KLEBER BOELTER » Humano, benditamente humano

Humano, benditamente humano

Por Kleber Boelter, 28 de agosto de 2012 17:58

LANÇAMENTO

Novo lançamento

.

A História da Humanidade é a história de criações e destruições, conquistas e fracassos, luzes e trevas.

As magníficas cidades nos vales férteis do Rio Nilo, Tigre e Eufrates, e o grandioso Império Romano, berços da civilização ocidental, foram arrasados por hordas de bárbaros; as democracias representativas que proliferaram após duas Guerras Mundiais, alicerçadas em ideais iluministas, se veem acuadas por um pós-modernismo cujos valores morais estão sendo corroídos pelo crime organizado, pelas drogas e pela corrupção endêmica.

Nova Roma, uma pequena cidade do interior, inserida nessa dicotomia histórica, viu sua realidade pacífica mergulhar no crime e na violência. Suas ruas são controladas por traficantes cujo chefe, Naja, é o rei, juiz e carrasco. Como nas favelas do Rio de Janeiro e São Paulo, dominadas pelo crime organizado, Nova Roma é um Estado dentro do Estado, com suas próprias leis, e seus moradores vivem sufocados pela violência e pelo terror.

Até quando a opressão e a crueldade podem ser suportadas pelo povo? Como inverter a curva suicida de violência, desrespeito às leis, intolerância e barbárie e retomar princípios e valores civilizados?

A resposta para esse dilema surge quando os caminhos de Naja e de Cristina, filha de Frederico (de Deus está morto?), se cruzam. Naja, levado ao limite por circunstâncias que nascem da moralidade destrutiva do mal, e Cristina, movida pelos imperativos do idealismo, são confrontados com suas próprias naturezas e jogados numa guerra de desfecho surpreendente.

.

Lançamento e sessão de autógrafos

Dia 11 de novembro de 2012, às 17h, no Pavilhão de Autógrafos da

58ª  Feira do Livro de Porto Alegre.

Já a venda por preço promocional de lançamento em koboelter@gmail.com

Comentários estão bloqueados

Panorama Theme by Themocracy